terça-feira, 1 de setembro de 2015

Para usufruir mais do prazer de dançar em roda

Se estiveres do lado de alguém com dificuldades no ritmo ou em seus movimentos, deixa-o livre para aprender, no seu tempo e do seu jeito. Ajude só se for solicitado. Se teu incômodo com as dificuldades do outro for maior, proteja-o de tua intolerância e troque delicadamente de lugar.


 Por: Instituto Ocara

1 comentários:

Lucas Rangel disse...

Legal! Lembrou-me a querida Biodanza de Rolando Toro Areñeda.

Edna Costa. Tecnologia do Blogger.