quarta-feira, 12 de março de 2008

Luzes e sombras

*

Ao ecologista “Mão” , Luiz Carlos Farias

*
Numa tarde quente de Cuiabá
Num céu enfumaçado pela queimada
Ainda assim, o sol brilhava
Circular, mágico e anunciava

A luta de sangue do ecologista “Mão”
Covardemente assassinado por interesses
Dos que querem a riqueza da minoria
Com ouro que pouco reluz à maioria

Reflete e salga as almas em sombras
Como fósforos queimados à procura de luz
E a luta ecologista denuncia e anuncia
Ainda que por pedras, chamas ou poesia

-- Michèle Sato --


Bernard Dumaine & Rodney Gee: “todos têm luzes”
(exquisite corpse - everyone got a light)
Publicado na Revista Sina, ano I, n.9, 2007, p.17.


1 comentários:

Michèle Sato disse...

muitíssimo grata, doce Edna
pelo estímulo e energia que me incentivam ao caminho adiante!

PARABÉNS pelo delicioso blog - adorei!

Um gigabeijo com amizade e carinho
*

Edna Costa. Tecnologia do Blogger.